Há muitas maneiras pelas quais uma transmissão ao vivo pode dar errado. Das dificuldades técnicas ao conteúdo, a verdade é que a própria natureza da transmissão ao vivo significa que não teremos tanto controle sobre o que está sendo transmitido.

Um exemplo foi uma entrevista promovida pelo BuzzFeed com o presidente Barack Obama. Aquela que poderia ter sido a maior audiência já vista no Facebook Live, acabou dando errado. Infelizmente, menos de dois minutos da transmissão ao vivo, o BuzzFeed enfrentou dificuldades técnicas e mais de 35.000 visualizadores do Facebook ficaram sem nada para ver.

Para ajudar sua marca a evitar um erro em uma transmissão ao vivo, é importante ter o máximo possível do controle do evento. Ter uma empresa especializada em produções ao vivo pode ser a melhor alternativa, pois a equipe contratada já tem inúmeras vivências e saberá como agir caso algo saia do previsto. Uma produtora de transmissões ao vivo também poderá prever muitos problemas, analisando o local da transmissão, levando um link dedicado de internet somente para ser usado na live, testando o áudio e também a qualidade do vídeo ao vivo.

Além dos desafios técnicos, o conteúdo também é um ponto que devemos nos preocupar. Os usuários do Facebook comentam 10 vezes mais em vídeos ao vivo do que em vídeos normais, por isso é aconselhável escolher um tema específico, para ajudar a manter o vídeo coeso e no caminho certo.