Os vídeos são o conteúdo mais consumido nos dispositivos móveis. Somente o Facebook alcançou 100 milhões de horas de vídeos assistidos em janeiro de 2016. E, eles incorporaram algumas opções como silenciar o vídeo, a duração da gravação e o número de pessoas que estão assistindo para priorizar a sua distribuição no feed de notícias.

Mas as redes sociais têm se tornado algo transmitido em tempo real e se resumem a não perder nenhum momento IMPORTANTE.

Os usuários gostam de acessar as redes sociais frequentemente para consumir uma dose regular de conteúdo engraçado.

Então:

O Facebook disponibilizou o acesso as transmissões de vídeo ao vivo em dezembro de 2015 para dispositivos iOS e em fevereiro de 2016 para o Android. O engajamento que eles encontraram foi extraordinário. Os usuários acharam os vídeos ao vivo muito interessantes.

“As pessoas gastam em média 3 vezes mais tempo assistindo uma transmissão de vídeo ao vivo do Facebook quando comparado com os vídeos normais”.

Em março de 2016 o Facebook começou a classificar os vídeos ao vivo como um novo tipo de conteúdo.

Mesmo com o algoritmo do Facebook falando que essa atualização não resulta em nenhum efeito para as páginas…

Por isso, você deve utilizar essa excelente ferramenta que tem o poder de entreter a sua audiência. Eu já realizei uma sessão de perguntas e respostas através de uma transmissão ao vivo e recebi grande interação do público. O Vin Diesel interagiu com 1 milhão de pessoas através do Facebook Live.

Você pode transmitir vídeos ao vivo para um perfil pessoal, uma página do Facebook e até mesmo para um grupo (dependendo de suas políticas de privacidade).

Uma vez que você começar a transmissão, você vai receber dados que vão mostrar o engajamento com a sua audiência em tempo real.

No final da transmissão você pode salvar o vídeo em HD e postá-lo em sua página ou perfil do facebook.

Você também pode promover o vídeo enquanto estiver ao vivo ou até mesmo no final da transmissão.